Qualquer Música

Qualquer música, ah, qualquer,
Logo que me tire da alma
Esta incerteza que quer
Qualquer impossível calma!

Qualquer música - guitarra,
Viola, harmónio, realejo...
Um canto que se desgarra...
Um sonho em que nada vejo...

Qualquer coisa que não vida!
Jota, fado, a confusão
Da última dança vivida...
Que eu não sinta o coração!

(Fernando Pessoa)

A minha agenda deste ano é de Fernando Pessoa, o meu poeta eleito desde sempre, e este poema encontra-se entre os dias 3 e 20 de Abril.
Realmente há coisas...

Comentários