O desfazer de um sonho...

Logo de manhã telefonou-me o dr. L, afinal houve um engano... Realmete o rastreio deu negativo, mas a parte que veio para ele trazia um comentário... Pois é, esse dito comentário fazia toda a diferença: risco acrescido de trissomia 18 superior a 4 em 5!
O médico queria-me lá nesse mesmo dia para fazer eco, ver como estava tudo e preparar a amniocentese no dia seguinte.
A ecografia não estava famosa, as nossas esperanças iam diminuindo, a Matilde continuava pequenina, tinha o intestino hipereco, estava muito dobrada e o liquido amniótico, embora tivesse aumentado alguma coisa, ainda era pouco.
Senti-me perdida, o chão a fugir-me debaixo dos pés. Onde ia encontrar forças agora? Era a minha filhinha, a minha Matilde, o meu bebé pequenino, aquele que já sentia mexer dentro de mim. Só pensava, não é justo, não pode ser, que fiz eu, que fizemos nós para merecer isto? Mas é assim mesmo, a vida nunca é como a sonhamos...


E foi assim há um ano, no dia 26 de Março de 2008... Hoje, por ironia ou por uma daquelas coincidências malucas, volto ao mesmo médico, desta vez para uma consulta de ginecologia. Este é o 7º ciclo de tentativas depois da Matilde, vamos ver o que se passa, se é preciso fazer alguma coisa, dar uma ajudinha à natureza.
Só espero trazer melhores notícias desta vez!

Comentários

LuscoFusco disse…
Maria,

Estes dias são de memórias acesas. Sei bem... Não podes perder a esperança! Tenho a certeza que a Matilde está a "reunir as tropas" lá em cima para ajudar-te a continuar e a vencer todas as batalhas!

Um beijinho grande cheio de miminhos :)
Juanitta
Mocas disse…
Um bj. Não desistas.
eu ainda não desisti. :)