Eu sou humana. E como todos os humanos, não me lembro do meu nascimento. Quando acordamos para nós próprios, já somos crianças, e o nosso advento é algo que aconteceu há uma eternidade, no início dos tempos. Vivemos como espectadores que chegam atrasados ao teatro: temos de nos pôr a par o melhor que pudermos, adivinhando o princípio pelo desenrolar dos acontecimentos posteriores.

Diane Setterfield - O Décimo Terceiro Conto

Comentários

Pretty Flower disse…
Realmente isso é a maior verdade com a qual temosque viver... mas apesar de tudo, parece-nos tudo tão familiar quem nem damos conta dela!

:*