Vida...

Às vezes enchemo-nos dos nosso egoísmos, dos nossos problemas, e afinal o que são eles perante as surpresas da vida?
Depois de ter recebido a notícia de um nascimento feliz, depois de me lamentar uma vez mais, recebo uma outra notícia, esta que preferia não ter tido nunca.
Morreu uma coleguinha da Mariana!
Outra Mariana, que a acompanhava desde a infantil, desde os 3 anos. Companheira de tantos momentos... Uma vida que terminou, assim, derrepente, aos 13 anos...
Não sei o que dizer, não sei o que fazer, tremo por dentro, seguro as lágrimas, e procuro cá dentro força e clareza de espírito para apoiar a Mariana, para lhe explicar, mais uma vez, o inexplicável...

Já não sei se rumaremos a Sul...

Comentários

Mariana (criatura pequena) disse…
Ela era uma amiga muito especial.
Espero que seja feliz no céu
:( :(
Maria disse…
Vai ser minha linda, vai ser!
Beijinho grande da Mãe
mãeee disse…
Perante uma notícia destas, não há palavras acertadas ...
beijos imensos, carregadinhos de ternura para vocês e para a Mariana que tem de lidar com esta perda
Sofia disse…
De facto o que dizes é tão verdade..
Também eu faço o esforço de conter as lágrimas...Não consigo deixar de imaginar a dor dos pais..Porque quem perde um filho que tanto ama sente a dor a voltar por mais anos que passem ou por mais pequeno que fosse o filho.
Há quem diga que Deus leva para junto dele quem ama e quem melhor para lhe fazer companhia que as crianças?
Mariana (que lindo nome deixa-me dizer-te..é o nome da minha gatinha mais malandreca :-) e que seria o nome da 2ª filha se tivesse vindo antes...) não tenhas medo de chorar, mas lembra-te que o amor nunca acabaa!

beijinhos grandes,
Sofia
Cristina disse…
Que horror!!!
Só de imaginar a dor da família, as lágrimas escorrem-me pela cara...
Não é justo... :-(

Força amiga, Força Mariana

Um abraço e um beijinho muito grande para vocês.
Pretty Flower disse…
E é com esta notícia que os nossos problemas parecem mínimos :(

bj*
trintona disse…
Realmente! Que situação! É daquelas coisas que nós esperamos sempre que nunca aconteçam e às quais nunca sabemos reagir como devíamos. É demasiado injusto! Força aos pais e a vocês também!
Leonor disse…
Minha querida, è mesmo como alguém já disse, uma dor tão inexplicável pela sua natureza e dimensão, que não há mesmo palavras acertadas. Um grande beijinho para ti e um enorme beijinho para a Mariana. Que Deus vele por estes pais.
MEU DEUS...AMIGA...QUE DOR...LAMENTO!!!
NEM SEI O QUE DIZER!!!
MIL BEIJINHUSSSSSSSS
Q BRILHE MUITO MAIS UMA ESTRELINHA Q PARTIU CEDO DEMAIS