sexta-feira, 30 de abril de 2010

Assim foi a tarde...

Depois de muitas provas, marcações e cortes, lá veio ele para casa!!!


As cores alteraram com a aplicação e do rosa velho passou a estes tons, as presilhas também não foram as laranja, porque eram mais finas e logo não prendiam tão bem, mas o importante é que a miúda gostou!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Dance!

Se não assim


Que seja assim

Mas dance!!

Dia Internacional da Dança!

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Para começar!

A miúda fez-me ligar isto mais cedo, bem, eram 7:30h...
Porque precisava, e ontem esqueceu-se, ai cabecinha na lua!!, de um monumento com arcos em ogiva perfeita!!
Pronto, lá foi o nosso Aqueduto das Águas Livres, um belo exemplo!
E agora aqui, com este solinho e a ouvir o chilrear dos passarinhos, lembrei-me de alegrar o dia.
Ora então, Bom Dia!!

Ilustração de Mónica Carretero

terça-feira, 27 de abril de 2010

That's life

Hoje falei com a H.
Está no hospital, a fazer a expulsão...
Pareceu-me bem, dentro daquilo que pode ser bem nestas circunstâncias. Mas já fala do futuro, de voltar a tentar e no tal passeio, que andávamos a planear em conjunto.
É assim a vida, sempre em movimento!
Chorar tudo o que for preciso, sem medo nem vergonha de o fazer, e depois, depois seguir em frente!!
Acredito, porque tenho que acreditar, que um dia concretizarão esse grande sonho...

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Mais do domingo...

Ontem podia ter escrito tudo e fazer um post tripartido... Depois pensei e achei que não, tudo tem o seu tempo e ontem era dia de coisas boas. Assim ficaram para hoje os dois pontos tristes deste domingo.

A ausência da avó, já esperada pois não há esperança de grande recuperação deste último AVC. Continua hospitalizada, semi-consciente, não fala, não anda e é alimentada por uma sonda. É triste assistir a este definhar, de alguém que conhecemos cheia de uma vida muito própria...

O saber que, afinal, já não vou ser novamente tia em Dezembro.
A H. também não esteve presente, ficou em casa onde se fechou para o mundo, não quer ver ninguém, não quer estar com ninguém... O N. foi à cerimónia, afinal era o pai um dos homenageados, mas tão triste, tão cheio daquele ar de menino perdido, desorientado, ainda incrédulo. Tão empenhado no seu papel de companheiro e apoio da sua H. mas também ele tão necessitado de um ombro onde se apoiar...
O falhanço do primeiro tratamento foi difícil mas, depois do impacto inicial, seguiu-se em frente e começou-se a fazer planos. Desta vez é diferente, desta vez houve um positivo, desta vez houve esperança, deslumbramento. A ecografia de controle deitou tudo isto por terra, o embrião não evoluiu como devia, nova ecografia será feita esta semana para confirmar, mas já com muito poucas esperanças  de um desfecho diferente.
Fiquei triste, muito, com um aperto aqui do lado esquerdo e uma sensação de angústia que me acompanha desde que soube, e voltam a surgir os "porquês" sem resposta... Sim, eu sei, há sempre mil e uma explicações e possibilidades mas nenhuma é uma resposta concreta a esse "porquê", apenas posso pensar na tal história do xanax.

domingo, 25 de abril de 2010

Um domingo diferente!

Diferente porque estivemos aqui, felizes e orgulhosos, a assistir à entrega da Medalha de Mérito ao avô.
Um prémio merecido, pela pessoa que é e pelo que tem feito ao longo da sua vida profissional.



Não podia esperar melhor acontecimento para comemorar os dois anos aqui do cantinho!!

sexta-feira, 23 de abril de 2010

;)

Há coisas que não posso deixar de comemorar!

Esta é uma delas!
Como leitora compulsiva que sou, e grande viciada em livros e tudo o que lhes diz respeito, não podia deixar passar esta data.


Porque o livro é mágico!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Muitos Parabéns...

Ao home cá de casa!!!

Não é o meu forte dizer coisas bonitas, e tu sabes disso, mas penso que não é preciso, porque conheces bem cada uma dessas palavras não ditas...

Que este seja um dia muito feliz, assim como todos os outros 365!

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Baby L

Nasceu no dia 16 mas só hoje o conheci. Uma coisinha pequenina mas já tão igual ao A., o mano mais velho, que ainda o olha com uma certa desconfiança... :)

Bem-vindo L., que sejas muito feliz!!

Ah pois é!!

Chegou no domingo

e parece que se instalou...


Maldita rinite!!!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Se fosse assim fácil...


Era bom, não era??
;)

domingo, 18 de abril de 2010

Nada é impossível...

Se você errou, peça desculpas...

É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?

Se você sente algo diga...

É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?

Se alguém reclama de você, ouça...

É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?

Se alguém te ama, ame-o...

É difícil entregar-se?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?

Nem tudo é fácil na vida...
Mas, com certeza, nada é impossível...


Cecília Meireles
Ilustração de Cathy Delanssay

sábado, 17 de abril de 2010

Anjo da Guarda

Não conhecia, shame on me!
Ouvi, gostei e aqui está! 
Obrigada :) 

sexta-feira, 16 de abril de 2010

E voou...


But in my heart you'll always stay!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Para ti...

Olá meu amor,

Hoje é para ti, não que todos os dias não sejam, também, para ti, mas este é especial. Este é o dia em que adormeceste, em que eu, como que entorpecida e alheada de tudo o que me rodeava, me aconcheguei no pai e aproveitei cada bocadinho de ti.
A esta hora ainda te sentia mexer e tínhamos a nossa ultima conversa aqui, porque, filha, continuo a falar contigo todos os dias. Sei que, lá onde estás, me ouves e talvez me entendas.
Às vezes penso como seria se tivéssemos decidido de outra maneira... Pensámos que era o melhor para ti mas será que foi? Era isso o que querias meu amor?
A mãe sempre gostou de ver e ouvir o teu coraçãozinho bater, era o que mais queria e o dr. L., com aquela sensibilidade dele, sabia disso e era a primeira coisa que fazia quando lá íamos, depois dizia daquela sua maneira tão própria: "Pronto, agora já pode descansar!", e eu descansava embalada por aquele som e pela imagem do ritmo acelerado que o ecógrafo mostrava. Sabia que estavas bem e isso bastava! Mas não estavas não é minha querida?
Sabes filha, naquele dia, quando ligaram o aparelho e apareceste na imagem, sabes querida? Nesse dia rezei para não o ver bater! Cobardemente, não queria ser eu a decidir mas fui, e o teu coraçãozinho parou...
Não era isto que eu queria minha querida! Queria-te aqui, a correr pela casa atrás da mana, a brincar com as primas, a falar sem parar e tantas coisas mais... Queria dar-te um beijo e sentir o teu corpinho abraçado a mim... Queria ver-te crescer e ser feliz!
Minha filha anjo, meu amor pequenino, cuida dos manos estrelinhas e olha por nós...

Já disse o quanto gosto de ti? Sim? Todos os dias? Então aqui fica mais uma vez, porque nunca é demais!
Gosto de ti filha, hoje e para sempre!
Um beijo meu amor, daqui até aí...

Mãe

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Mágico...

Engraçado, há uns dias lembrei-me dos inúmeros desafios e selinhos que vão passando de blog em blog e pensei que deviam ter saído de moda, mas parece que não é bem assim, quanto mais depressa tinha estes pensamentos, mais depressa chegava um novo desafio.
Desta vez foi a Sofia, que, vá-se lá saber porquê, considerou este cantinho mágico!! Tenho que confessar que me surpreendeu! Muito obrigada :)

Ora então passemos ao desafio!

As regras consistem em completar a frase “Magia é...”, publicar o selo do desafio e ainda oferecê-lo a 10 bloggers, cujos espaços ou eles próprios sejam, para mim, mágicos.

Aqui está o selo:


E agora a magia...

Magia é, sem dúvida, a VIDA e tudo o que ela nos dá.
Cada gargalhada, cada abraço, cada sorriso, cada raio de Sol. O amor, a amizade verdadeira, a música e tudo o que nos enche os sentidos e a alma.
E se a magia é vida, é mágico olhar para a Mariana e vê-la crescer, assim como foram mágicos cada pedacinho de outras vidas que senti pulsar em mim!

Agora tenho que oferecer o desafio a 10 pessoas ou cantinhos mágicos. Não vou dizer porque cada um deles é mágico para mim, não tenho palavras para isso, mas acredito que cada uma dessas pessoas saberá porquê :)

Mariana, Elisa, Celina, Catarina, Margarida, Lena, Cristina, Ana, Paula e Marta

Muitos outros espaços e pessoas não foram contemplados, porque o número é de 10 e não quis desrespeitar (por isso deixei logo de parte quem já recebeu o desafio), o que não significa que todos os restantes sejam menos mágicos!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

sábado, 10 de abril de 2010

E lá viemos nós!!

Porque a miúda esteve aqui a dançar isto


E, fruto de muito trabalho, desespero e algumas lágrimas, lá conseguiram elas, mais uma vez, a sua recompensa!!!


Agora vou-me preparar para babar mais um bocadinho, mais logo, na Gala ;)

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Tempo Certo

De uma coisa podemos ter certeza: de nada adianta querer apressar as coisas;
tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto.
Mas a natureza humana não é muito paciente.
Temos pressa em tudo e aí acontecem os atropelos do destino, aquela situação que você mesmo provoca, por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo.
Mas alguém poderia dizer: Qual é esse tempo certo?
Bom, basta observar os sinais.
Quando alguma coisa está para acontecer ou chegar até sua vida, pequenas manifestações do quotidiano enviarão sinais indicando o caminho certo.
Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação qualquer.
Mas, com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa.
Basta você acreditar que nada acontece por acaso.
Talvez seja por isso que você esteja agora lendo estas linhas.
Tente observar melhor o que está a sua volta.
Com certeza alguns desses sinais já estão por perto e você nem os notou ainda.
Lembre-se, que o universo sempre conspira a seu favor quando você possui um objectivo claro e uma disponibilidade de crescimento.

Paulo Coelho

E mais uma voltinha...

terça-feira, 6 de abril de 2010

Coisas de mãe II

Comecei o dia com uma experiência nova, fui com a miúda tirar as medidas para o próximo colete!
Não se julgue que é uma coisa assim simples, como eu pensava. Embora ela me tenha feito um relato do que se passou da primeira vez, é sempre diferente quando estamos lá e vemos como é!
Começaram por lhe enfiar uma espécie de "manga" de um tecido próprio, onde são cortadas umas aberturas para os braços, parece que fica metida num vestido justinho. Depois são tiradas as medidas, como em qualquer prova de costura e pronto, a partir daqui vem tudo o resto.
A miúda lá se pôs por baixo de um aparelhómetro de ar rudimentar e aspecto de aparelho de tortura, e lá ficou esticadinha, segura pelo queixo!! Chegámos, então, ao passo seguinte, em que é enrolada em ligaduras de gesso e depois espremida na zona das ancas, para dar forma àquilo tudo, seguidamente o molde é cortado ao meio pela frente e lá sai a miúda de dentro daquela carapaça, sempre com o seu ar de "se tem que ser, que seja"!
É assim a miúda! Desta vez ficou feliz porque vai trazer um colete diferente, não quanto à forma, entenda-se, que aí não há volta a dar-lhe, mas vai ser todo colorido. Entre ela e a técnica, lá escolheram um padrão de bolas em vários tons de rosa velho e presilhas laranja!!!
Daqui foi uma correria para chegar ao ensaio a horas. Este era o ultimo antes das provas, aquele dos conselhos da professora, ultimas indicações e tudo o resto que faz parte.
Agora lá vai ela, a caminho. Ia feliz a miúda!

Sabem, eu sei que estas coisas não se dizem, porque é sempre suspeito vindo de uma mãe, mas tenho muito orgulho na minha miúda guerreira!!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Para uma Amiga!

Que me tem deixado de coração apertadinho mas que hoje me deu uma notícia muito boa!!

Fico feliz por ti, por vocês :)

PS: Amiga, a ver se acabam os sustos por aí!! ;)

Coisas boas!!

A noticia chegou no dia 1 mas não é nenhuma mentirinha!
Depois da transferência de dia 16, grande dia sem duvida, chegou a tão almejada confirmação. A família vai crescer e, lá para as proximidades do Natal, chegará mais um ele ou ela  muito desejado! Ou serão dois??

Parabéns aos Papás :)


Adenda: Muitas vezes quando escrevemos, e esse é um  defeito meu, esquecemo-nos de que quem nos lê não sabe o que se passa por cá. Assim tenho que pedir desculpa por este mal-entendido!! 
Não sou eu, não somos nós, os felizes papás desse bebé, mas alguém que nos é muito querido e que lutou muito para chegar aqui. (Como indica a minha barrinha aí em cima, ainda me encontro na caminhada de mais um ciclo, já perto do final, é certo, mas ainda a decorrer) ;)
De qualquer forma também estamos de parabéns mas como felizes tios de mais um(a) sobrinho(a) ;)

domingo, 4 de abril de 2010

Boa Páscoa!