Vida!

Puff! Aconteci. Mais ninguém sabe, só eu. Há um segundo atrás, um espermatozóide do meu pai conseguiu entrar dentro do óvulo da minha mãe. Estavam os dois tão entretidos que não deram por nada (e que não estivessem, não iam dar por nada na mesma).
Aconteci num acto de amor, de salivas misturadas, de corações a bater forte. Aconteci no momento em que o meu pai olhou para a minha mãe como nunca tinha olhado. Aconteci no instante em que a minha mãe aceitou a prenda do olhar do meu pai e lhe sussurrou ao ouvido: "Amo-te".

(Filomena Falé - Azul Bebé)


Adenda: Não foi hoje mas passou-se assim parecido um dia, lá para os meios de Abril... :)

Comentários

mãeee disse…
Não me canso de ler este texto!
beijo grande
Lena disse…
E que a todo o pequeno ser seja permitido viver e ser amado!!!!!!!!!!! OS MILAGRES ACONTECEM!!!!!
bjs
Margarida disse…
Torço por todos vós! ;)
Beijinhos e até amanhã!!
Margarida
Anónimo disse…
Oooooooooooh, que lindo!

Sophi@

http://40semanasantes.blogspot.com
Juliana disse…
Parabénsssssssssssss, que alegria!!!!!!!!!!!!!
Rosalino disse…
Uma data como esta é sempre uma data para recordar.
Um olhar, um pedido, uma partilha.

As coisas bonitas são as mais simples de acontecer.
Em qualquer momento, numa certa altura pelo destino definida.

Esta é uma delas.
Bonito
Parabens

Rosalino