terça-feira, 15 de março de 2011

De mim...

Não sou dada àquelas expressões carinhosas, que se costumam ter para aqueles de quem gostamos mais. Não sei, não me sai! Eu é mais coisas como pulga, osguinha, coisinha podre, roscofe, lelé, coisa reles, e outros que tais.
Por isso não tenho princesas nem fadas cá por casa. Por isso não se ouve muito o queridinha, o amorzinho e tudo isso. Por isso eles são a miúda, a mini e o home. Por isso elas crescem a ouvir expressões ternurentas tais como: Quem é a coisinha mai linda e mai podi*  da mãe?; és munto lelé, ou és uma coisinha reles, ou outro miminho assim bonitinho, que me venha à mente no momento.
Eu sei, não é bonito mas é o que se arranja, e eles não se queixam, sabem que sou assim e que gosto muito deles!!

Está bem, confesso, a miúda não se queixa mas ao ouvir-me com a Gabi, lá vai dizendo: Ó mãe, coitadinha dela!!

*Podi vem directamente de podre ;)

E sim, ainda não aderi ao acordo ortográfico. Pois é, sou teimosa. Sei que um dia destes lá chegará o momento, mas hoje não é o dia!

9 comentários:

Pipa disse...

Lol!
O que conta é a forma como se diz!

akombi disse...

e isso não é carinho? é o mais puro do amor...por aqui o pai chama á mais nova ( 7 anos) de caganita ou piolhita já a mais velha ( 11 anos) cagalhota ou piolhona....eu sou mais de chama-las de patareca.....e tb nunca fui de "fofices" e não tenho miúdas traumatizadas....bom estes nomes só são em privado :D...... junto-me ao clube.


áaa outra situação...o meu 1º nome é maria, mas todos me conhecem pelo 2º isabel, o marido qd estamos em amigos é " a maria isto...a maria aquilo...vou perguntar á maria..." houve tempos que os outros maridos tratavam as mulheres por maria ( sendo que no nomes delas este não existe) até que o meu marido disse que o meu nome era esse...ah ah ah

Mami ( Sónia ) disse...

o que conta é o carinho!!!

http://embuscadeumpositivo.blogspot.com/ disse...

;)))))))))))))))))
adorei este post.
Confesso que também me revejo um bocadinho nele... só o osguinha é que ..Blrckkkk!! esse jamais me sairia...detesto os bichinhos...

Pois olha, eu acho amoroso...

e são estes posts bem dispostos que nos fazem rir...

Tenham uma boa semana

Daniela disse...

Quando o Gonçalo era pequeno (bebé) e começou a sorrir com aquele ar de matreiro e gozão não conseguia evitar chamá-lo de "cabraozinho" e "ordinárinho" LOL

Claro que quando ele começou a querer falar tive que parar com a brincadeira. Mas ainda hoje com 7 anos é o meu piolho ;)

Autora de Sonhos disse...

Até gosto de pulga ou pulguinha!

Mamã do Dinis disse...

Como bem sabes cá por casa o mais novo é apelidado de T-Rex e o mais velho de Piolhito, mas tive uma colega que ficou chocada porque chamava "Pilocas" ao mais velho durante os largos meses em que o nome dele ainda não tinha sido escolhido. Nem me preocupei muito com isso. O que importa mesmo é o amor e o carinho com que lhes damos estes apelidos :)

Pipoquinha disse...

Eu adora pulguinhas mas sou mais de prícipes e pricesas :)
O que conta é como se diz e como são tratados...é isso que os faz feliz!

Quanto ao acordo...nem comento...nm quero conversa com ele!

Beijo para todos (mini, home, miuda e tu)

Cristina disse...

Eheh... adorei o teu post. Fizeste-me rir.
Acho que a forma como se diz transmite carinho :-)
Um beijinho grande para vocês