quinta-feira, 7 de abril de 2011

Da crise...

Não vivo alheada do que se passa à minha volta, tenho consciência desta crise há muito tempo e essa consciência faz-me temer pelo futuro das minhas filhas.
A elas apenas podemos fornecer "armas" para o seu futuro: princípios, educação, consciência social e amor, muito amor.
Quanto ao resto, apenas para dizer que acredito no meu país, acredito que conseguiremos ultrapassar mais este obstáculo. Claro que nos custará muito trabalho e sacrifícios, mas acredito que chegaremos lá. Assim o queiramos...

4 comentários:

Xana disse...

Tenho exactamente os mesmos medos e convicções! Tenho medo do que aí vem pela Maria, mas sei que tenho um papel fundamental em dotá-la de todas as ferramentas para que possa ser uma grande cidadã!
Um beijinho grande para ti e para as meninas (e um especial para a princesa pequenina)

Rosalino disse...

O problema é nós acreditarmos,e os nossos políticos destruírem essa crença.

Eu também acredito que temos força para ultrapassar esta fase.
Mas será que quem dos (des)Governa, deixa?...

Mami ( Sónia ) disse...

Também tenho medo, mas tenho de acreditar que isto vai melhorar, não podemos baixar os braços.

Cristina disse...

Eu também tenho muito medo do futuro das nossas filhotas... acredito que os portugueses consigam superar a crise...o problema é certos elementos da classe politica (e os muitos "boys" que existem).
Esperemos que o FMI obrigue a acabar com certos gastos completamente desnecessários.

Beijinhos