domingo, 24 de julho de 2011

Coisas que nunca precisei para a Mariana e que agora parecem indispensáveis

Como esta espécie de "mini bimby", que passou a fazer parte dos apetrechos culinários cá de casa.


O mais engraçado é que a comprei na Prénatal e saiu mais barata do que na própria Chicco, trazendo ainda como brinde este conjunto de prato, copo, colher e babete.


Se é realmente essencial ou não, é coisa que me ultrapassa. O certo é que, neste momento, me pareceu que sim, amanhã logo se verá...

Entretanto espera-se que os ensinamentos que contem este livro, também tragam alguns progressos.


É que, confesso, esta coisa das refeições da mini me deixa um pouco perdida, a mana comia tudo e bem e não habituou a mãe a esta nova dificuldade...

Nota: A batata doce chegou e venceu. Até novas "ordens", vai-se manter presente na sopa da mini!!

4 comentários:

juliana disse...

Pois cada filho é um mesmo.Sabe me falaram que precisa de um tempo para o paladar acostumar.Não desista,insista e junto com a batata doce acrescente outros legumes,para Gabi ir se adaptando.Além do mais a necessidade dela de se alimentar pode ser menor que da mana.Boa sorte para esses probleminhas que são até "gostosos".bjo

Cristina disse...

Nós cá por casa também temos esse livro...deu bastante jeito com a Pipoquinha...que é um bocadinho esquisita com a comida.

Estou com esperança que com a mana seja diferente...pelo menos parece mamar melhor (mais rápido e o leite parece ser bom). Vamos a ver em Agosto, quando começar a comer.

E respondendo ao post do meu blogue... também me parece um sonho...ainda me lembro onde estava quando me contaste que estavas à espera de bebé :-)

Beijinhos companheira de sonho e felicidade :-)

Xana disse...

Nós cá em casa temos uma máquina igual a essa mas num modelo mais antigo e foi super útil para fazer as sopinhas para a Maria, especialmente porque quando estava tudo cozido ela desligava-se sozinha sem nunca queimar nada (às vezes esquecia-me da panela ao lume e ficava tudo queimado!!) Quando às refeições nunca precisei de livros porque felizemnte a rapariga era e continua a ser comilona!!! Do que li e pesquisei a opnião é sempre tentar variar o mais possível para tentar descobrir o que mais gostam e irem experimentando novos sabores! Boa sorte, que não deve ser nada fácil ter uma pequenota pouco dada às comidas!
Um grande beijinho

Mami ( Sónia ) disse...

Foi coisa que nunca comprei essa máquina de fazer a comida para eles, mas esse livro acho que desta vez vou comprar!!!