1. O Verão da minha infância

O Verão da minha infância é povoado de dias grandes, quase intermináveis, cheios de magia e coisas boas.
Até ao final de Julho ficávamos em Sintra e todos os dias havia brincadeira intensa com os primos. Lá estava o clube em cima da ameixieira, as idas à praia (Praia Grande ou Praia das Maçãs, consoante o apetite de quem nos levava) e a festa que era quando víamos o meu avô chegar com gelados para a sobremesa!
Depois era um mês no campo. Mais primos, mais brincadeira, mais dias grandes. A acompanhar, vinham as histórias de bruxas e fantasmas, contadas em cima do muro dos pique-niques ao lanche, os passeios de burro, o escorregar nos montes de trigo (o melhor é nem lembrar da comichão que chegava logo depois...) e mil e uma aventuras mais...
Em Setembro rumávamos mais a sul, para mais uns pozinhos de praia e, como não podia deixar de ser, dias de brincadeiras salpicadas de banhos de mar e os tradicionais passeios a Espanha, o barco era sempre uma aventura. Sim, porque na época ainda não havia ponte e a travessia fazia-se de barco, com direito à contagem de alforrecas!
E era assim o Verão da minha infância. Cheio, intenso, mágico!

Ai que saudades...

Comentários

Rosalino disse…
Verão era sinonimo de muita brincadeira e maior liberdade para ... brincar ainda mais.

Já agora, desculpa a indiscrição da pergunta: essa foto e da tua infância?

Se sim, está um espectáculo. Faz lembrar os postais antigos em fotografia :)
Scarlet Red disse…
É bom voltar a onde fomos felizes :) especialmente se esse lugar seja dentro de nós... bom arranque! Bjs
Maria disse…
Sim Rosalino, a foto é da minha infância :)

É bom mesmo Scarlet, obrigada :)

bjs
Mamã Petra disse…
Adorei o teu texto, até me senti lá.

Beijinhos
Té F. disse…
Maria, que giro... eu com os meus avós no Alentejo também andava de burro :)
Temos memórias parecidas ;)
Beijinho
Filipa disse…
imagem fantastica!
Maria disse…
É verdade, temos memórias parecidas :)

Obrigada Filipa e Mamã Petra :)
Turista disse…
Olá Maria, os Verões da tua infância, foram muito ricos de experiências! E essas, guardam-se para sempre. :)