domingo, 16 de dezembro de 2012

Memórias...

Hoje foi dia de preparar as massas.
Amanhã tendem-se, cozem-se e depois pincelam-se com a glasse de rum, mais ou menos colorida conforme a vontade do momento.
Desde que me lembro estiveram sempre presentes no meu Natal. Guardo a memória da minha avó na cozinha em Sintra, o cheirinho das especiarias das bolachas acabadas de fazer a espalhar-se pela casa, e o processo seguinte da pintura. Ela dava-se ao trabalho de pintar cada coisa com a sua cor, o saco e as botas do Pai Natal em castanho e o fato encarnado, a árvore verde, os anjinhos variavam entre o azul e o rosa claro, as estrelas brancas, bem como a lua, e ainda havia o sino de cor amarelada.
Agora já não é a minha avó que as faz mas a tradição mantém-se e o cheirinho das especiarias continua sempre presente, a lembrar velhos tempos, a criar novas memórias...

Depois de feitas, mostro-as aqui ;)

1 comentário:

Chris ♥ disse...

E mostra também a receita!! Eu adoro fazer bolachas e quando são receitas especiais ainda mais.