domingo, 27 de janeiro de 2013

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

domingo, 20 de janeiro de 2013

Giro :)


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Today...

:)

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Coisas minhas

Todos os dias, ou quase, escrevo uma infinidade de postes mentais mas, ou porque não calha, ou porque a vontade de ligar o computador e de me sentar aqui, ao fim de um dia de trabalho e tudo o que faz parte, me abandona deixando o cansaço vencer, não passam disso mesmo, postes mentais. E é pena, porque vai ficando tanto por registar, porque este espaço vai ficando mais abandonado.
Por outro lado, não deixa de ser um reflexo daquilo que é a própria vida, surgido num momento em que a necessidade de escrever e desabafar era grande, foi-se mantendo e registando os altos e baixos que fui / fomos passando, os momentos bons e os menos bons. Depois deu-se uma viragem e, com ela, a pouca vontade de falar no que quer que fosse.
Aos poucos a vida foi-se recompondo, sem sair de uma espécie de equilíbrio precário que, ao que parece, vai acompanhando tantos de nós, mas, seja como for, levou um outro rumo, a opção foi não baixar os braços, seguir em frente e adaptar-me a uma nova realidade. Tudo isto exigiu, e exige, deixar muitas coisas de lado, umas à espera de serem retomadas outras abandonadas definitivamente, e este espaço não foi excepção, também ele deixado mais de lado, embora nunca completamente abandonado, vai continuando assim, ao ritmo da vontade, ao ritmo da vida...

E só para registar e mais tarde lembrar, aos 23 meses dizias (para além do que já aqui tem ficado registado):

Nama passou a Nana - mana
Ó - avô / avó
Óia passou Óie - olhe
Tai - tome
Có - copo

Hoje começaste a dizer: Tá - batata

Da consulta dos 2 anos, no Centro de Saúde, veio o veredicto de que continuas pequenina mas está tudo bem contigo.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

2 de Gabriela :)

Parabéns Filha!!


E aos 2 anos, és traquina, meiga, preguiçosa, gulosa, linda, doce, engraçada, despachada, independente, de ideias fixas … 
Gostas do pai, da mãe, da mana, da ME, das primas, dos avós, do Roo, de doces, de transportar coisas, de motas, pratos e panelas, de carros, do banho, de lápis, da chucha, do óó, de mimo… 
Não gostas de cogumelos, que te contrariem, do biberão, mudar a fralda nem sempre apetece… 
Dás uns miminhos bons, abraços apertados e beijos muito à tua moda mas tão especiais…
És o meu bebé "canininho"!


Gosto de ti para lá do infinito!!